Professora da BodyTech tem parada cardíaca e morre em São Luís




                              

Uma personal trainer e professora de dança que trabalhava na academia BodyTech morreu antes de ontem (24) em São Luís.

Aldiony Guarim (foto acima) sofreu uma parada cardíaca, em casa.

Antes disso, ela havia passado mal e se dirigido a uma UPA na capital. Mas foi medicada e orientada a retornar para sua residência.

Ainda passando mal, ele procurou novo atendimento. Mas novamente foi apenas medicada e retornou.

Segundo amigos, ao procurar atendimento médico pela terceira vez, Guarim acabou morrendo, a caminho do hospital.

Ainda de acordo com relatos de pessoas próximas, um laudo teria descartado que a causa da morte tenha sido o uso de termogênicos ou anabolizantes.

Esposa de Eduardo Cunha é absolvida por Moro



De O Globo

EVARISTO SA / 9-9-2016 / AFP

O juiz Sérgio Moro absolveu Cláudia Cruz dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Segundo a sentença, Moro afirmou que não há prova de que a jornalista teve participação no crime de corrupção praticado por Eduardo Cunha, seu marido, e de que tenha participado conscientemente nas condutas de ocultação e dissimulação.

Cláudia Cruz era acusada por ter utilizado valores provenientes de corrupção praticada por Eduardo Cunha em compras de luxo no exterior. Os valores teriam sido obtidos pela interferência de Cunha na contratação, pela Petrobras, de uma plataforma de petróleo em Benin. Cunha foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pelo crime em processo separado.

Moro afirmou na sentença que não há nada de errado nos gastos, mas que eles são extravagantes e inconsistentes para ela e para sua família, o que deveria ter sido percebido por Cláudia Cruz.

“Embora tal comportamento seja altamente reprovável, ele leva à conclusão de que a acusada Cláudia Cordeiro Cruz foi negligente quanto às fontes de rendimento do marido e quanto aos seus gastos pessoais e da família. Não é, porém, o suficiente para condená-la por lavagem de dinheiro”, disse o juiz.

Responsável pela defesa da jornalista, o criminalista Pier Paolo da Cruz Bottini demonstrou satisfação com a decisão.

— A sentença reconhece que ela (Cláudia Cruz) não praticou nenhum ato ilícito e nós consideramos que foi feita a justiça — afirmou.

Moro, no entanto, condenou o ex-diretor da Petrobras, Jorge Zelada, por corrupção passiva, e o operador João Augusto Rezende Henriques, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações da Lava-Jato, as contas vinculadas aos cartões de crédito utilizados pela jornalista eram abastecidas com propina recebida por Cunha. Ela fez gastos em lojas de grife e bens de luxo no exterior. Cruz é acusada de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

FHC, Lula e Sarney articulam o pós-Temer

Folha.com

Lula Marques – 16.mai.12/Folhapress
BRASÍLIA, DF, BRASIL, 16-05-2012, 12h00: Presidente do STF, ministro Ayres Britto, presidente da Camara, Marco Maia, presidente do Senado, e ex-presidente Jose Sarney, ex-presidente Lula, presidente Dilma Rousseff, vice-presidente Michel Temer, ex-presidente FHC, ministro do STJ, Gilson Dipp e o ex-presidente e senador Fernando Collor, o membroda Comissao Jose Carlos Dias falando participam no palácio do Planalto, da cerimonia de Instalacao da Comissao Nacional da Verdade. (Foto: Lula Marques/Folhapress, PODER)
Em 2012, ex-presidentes José Sarney, Lula e FHC se reuniam com a então mandatária Dilma Rousseff e seu vice, Michel Temer
BRUNO BOGHOSSIAN
MARINA DIAS
DE BRASÍLIA
As articulações para a substituição do presidente Michel Temer evoluíram nas três principais forças políticas do país –PMDB, PSDB e PT– e agora envolvem diretamente três ex-presidentes da República: Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e José Sarney.
Desde a última quinta (18), quando foram divulgados os detalhes da delação da JBS que envolvem Temer, eles têm liderado conversas suprapartidárias em busca de um consenso para a formação de um novo governo, caso o peemedebista seja cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
Os três caciques, pontos de contato nos diálogos que acontecem reservadamente em Brasília e São Paulo, cuidam para que os debates não ganhem caráter partidário.
As conversas estão pulverizadas, uma vez que, por ora, cada sigla traça caminhos diferentes para o desfecho da crise.
Do lado do PSDB, fiel da balança do governo, FHC se tornou referência e, segundo relatos de tucanos, já abriu contato com parlamentares do PT. Além disso, é o mais importante interlocutor do presidente do TSE, Gilmar Mendes, considerado “peça-chave” para viabilizar a saída institucional de Temer.
“O Brasil exige o que temos de melhor e não o que temos de pior”, disse à Folha o senador Jorge Viana (PT-AC), um dos emissários petistas nas conversas com integrantes do PSDB e do PMDB.
Nesta semana, Viana esteve em dois jantares na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para discutir soluções com aliados do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), líder peemedebista no Senado e opositor de Temer.
Na terça-feira (23), o senador petista se encontrou com Lula. O ex-presidente disse que o partido precisa insistir na defesa das eleições diretas. Até aqui, Lula não acredita que um perfil “de centro” será incluído pela base de Temer no processo de eleições indiretas e diz que a ventilação do nome do ex-ministro Nelson Jobim, que tem sua simpatia, tem o objetivo de “adoçar a boca do PT”.
Apesar da determinação dada à cúpula petista, Lula se mantém disposto a conversar com as lideranças políticas que trabalham exclusivamente com a alternativa de eleições indiretas para escolher o sucessor ao Planalto.
Na avaliação de aliados de Temer, a escalada da crise, com os primeiros protestos violentos contra o governo, nesta quarta-feira (24), precipita uma concertação que envolve o trio de ex-presidentes.
Eles acreditam que a articulação suprapartidária pode reduzir a tensão do ambiente político e permitir uma transição suave a partir do julgamento do TSE, que começa no dia 6 de junho e pode tirar Temer do poder.
Nesse cenário, Lula tem sido estimulado a procurar FHC em busca de entendimento. Aliados de Temer consideram essa conversa fundamental porque o petista tem pontes com movimentos sindicais e sociais à frente dos protestos, e o tucano é o principal conselheiro do pilar de sustentação de Temer.
O ex-presidente José Sarney, por sua vez, esteve com Temer na segunda (22) e, no dia seguinte, recebeu parlamentares do PMDB e dirigentes tucanos.




SEMANA DO TRÂNSITO EM CHAPADINHA

MAGNO BACELAR O PREFEITO DE TODOS

CONSELHO TUTELAR GANHA DUAS VIATURAS



Demonstrando mais uma vez não ser perseguidor e tratar todos os eleitores de igual pra igual, Dr. Magno Bacelar, prefeito de Chapadinha, com a presença de inúmeras pessoas que foram do lado contrário na campanha passada, fez hoje pela manhã o que nenhum outro prefeito ou prefeita, havia feito anteriormente, entregou ao conselho Tutelar do município, uma caminhoneta Estrada e com motorista e uma moto, para que sejam feitos os serviços essenciais daquele órgão.
Muitos poderão dizer assim, mas é obrigação dele, talvez seja, dele e também dos outros, mas foi somente ele a fazer.
Parabéns Dr; Magno, parabéns pra todos que fazem a família BOM DEMAIS!








Com a presença de Vereadores como Junior Carneiro, Marcely Gomes, Missecley Araujo, Netinho, Marcelo Meneses e Nonato Baleco Líder do Governo dos Ex Vereadores e atuais Secretários, Eduardo Braga, Eduardo Sá e Hilda Pontes, do Ex Vereador Manin, do Comandante da 16ª cia. de Polícia Militar do Maranhão em Chapadinha, Coronel Glauber, do diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Monteiro, do Diretor da Guarda Civil Municipal, Valter Ferreira e muitas outras autoridades municipais.
                           PARABÉNS DR. MAGNO, POR ESSA ATITUDE DIGNA 
                           PARABÉNS CONSELHO TUTELAR, 
                           MERECERAM OS PRESENTES

Adelmo Soares na AL: Júnior Verde simplesmente amarelou

                                  

Para quem esperava uma sessão polêmica nesta terça-feira (23) com a presença do secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, convocado pela Assembleia Legislativa, acabou se decepcionando.
A sessão foi na realidade um “ bate-papo” com o secretário Adelmo Soares e aqueles que alardearam que iriam “ apertar” o gestor, simplesmente refugaram da ideia.
A convocação de Adelmo foi solicitada pelo deputado estadual Júnior Verde. O parlamentar era um dos mais indignados. Verde chegou a dizer que Adelmo estava fazendo política com as sementes do governo e equipamentos.
Só que Júnior Verde, pelo demonstrado na sessão, simplesmente amarelou e nem de longe foi o parlamentar indignado quando da convocação do secretário. Uma verdadeira vergonha alheia.
Entretanto, para o Blog não foi nenhuma surpresa. No dia 14 de maio, a postagem “Recuo de Júnior Verde e/ou da Assembleia Legislativa?”, onde os dois já estavam de mãos dadas num evento em Duque Bacelar.
Como a convocação de Adelmo Soares foi feita pela própria base governista, os deputados oposicionistas apenas acompanharam o “bate-papo”. O Líder do Governo, Rogério Cafeteira, estava de prontidão, mas como percebeu que a sessão seria mesmo muito tranquila, até deixou o Plenário mais cedo.
Melhor para Adelmo Soares, que não só foi na Assembleia Legislativa encarar de frente os deputados, como ainda ganhou uma boa mídia para sua candidatura em 2018.
                          
Já Júnior Verde, conseguiu sair menor do que entrou.

Bacabeira: Prefeita cria Lei que paga de 25% a 50% do mínimo a contratados da Educação

Medida da gestora que paga de R$ 234,25 a 468,50 
apenas vem sendo chamada de “Bolsa Miséria”.

                         


Uma verdadeira aberração na gestão da prefeita do município de Bacabeira, Fernanda Gonçalo (PMN). A gestora acaba de sancionar a Lei Municipal de autoria do próprio executivo [nº 388/2017], que na prática, permite à prefeitura  pagar apenas 25% ou, somente, até 50% do valor do salário mínimo aos novos contratados que irão prestar serviços na Secretaria Municipal de Educação.
Isto é, o funcionário trabalha e no final do mês recebe entre R$ 234,25 a 468,50 reais. É mole?!

Para maquiar a estratégia ‘debaixo dos panos’, a esposa de Hildo Gonçalo chama a patacoada de “programa Bolsa-Estágio’, e vai além: diz que apenas irá “contratar estagiários em parceria com entidades sem fins lucrativos”.
O projeto ainda estabelece que o novo funcionário da Educação tem que necessariamente cumprir as seguintes jornadas de trabalho: “I – 02 (duas) horas diárias e 10 (dez) horas semanais; II – 04 (quatro) horas diárias e 20 (vinte) horas semanais”, diz o art. 6º.
Já no Art. 7º, pasmem, está definido quanto o trabalhador irá receber: “O valor da remuneração do estagiário será proporcional ao salário mínimo vigente I – 25% do salário mínimo, para carga horária de 10 (dez) horas semanais; II – 50% do salário mínimo, para carga horária de 20 (vinte) horas semanais”.
A medida absurda da prefeita – batizada pelos próprios moradores do município de “Bolsa Miséria” – fere em cheio as leis trabalhistas brasileira e vai de contra as lutas das classes trabalhadores, sobretudo, da Educação.
A prefeita Gonçalo talvez desconheça decisões do Supremo Tribunal Federal que com bem relatou o  ministro Dias Toffoli em diversos julgamentos, não é constitucionalmente válida a remuneração inferior ao salário mínimo, independentemente da duração da jornada de trabalho e das funções do servidor.
De forma que o caso deve ganhar desdobramento na justiça…
Antes de concluir, vale lembrar que pior ainda que a estratégia descabida da prefeita, visando tão somente acomodar cabos eleitorais tidos como inferiores, é ainda existir pessoas que se submetem a tal humilhação.
Confira ((AQUI)) a íntegra do projeto absurdo publicada no Diário Oficial da FAMEM nesta segunda(22).
            ISSO É UMA VERGONHA

Tecnologia do Blogger.